PGR investigará conduta do deputado Jair Bolsonaro.

A conduta do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) será investigada pela Procuradoria-Geral da República (PRG). Durante a votação da admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que aconteceu no último domingo (17), o parlamentar elogiou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, chefe-comandante do Destacamento de Operações Internas (DOI-Codi) de São Paulo.

Após o discurso de Bolsonaro, a PGR recebeu mais de 17 mil reclamações de cidadãos criticando a conduta do deputado. Cabe ressaltar que o coronel Ustra foi reconhecido, pela Justiça, como torturador durante a ditadura militar.

A Procuradoria-Geral da República recebeu as reclamações através do serviço eletrônico do Ministério Público Federal (MPF). Agora, de acordo com informações da Agência Brasil, o procedimento aberto pela PGR será analisado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, porque Jair Bolsonaro é deputado federal e tem direito ao foro de julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Brasil ganha quinta medalha no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Londres



Software recomendado
Baixar videos do YouTube com Freemake