Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

PGR investigará conduta do deputado Jair Bolsonaro.


A conduta do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) será investigada pela Procuradoria-Geral da República (PRG). Durante a votação da admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que aconteceu no último domingo (17), o parlamentar elogiou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, chefe-comandante do Destacamento de Operações Internas (DOI-Codi) de São Paulo.

Após o discurso de Bolsonaro, a PGR recebeu mais de 17 mil reclamações de cidadãos criticando a conduta do deputado. Cabe ressaltar que o coronel Ustra foi reconhecido, pela Justiça, como torturador durante a ditadura militar.

A Procuradoria-Geral da República recebeu as reclamações através do serviço eletrônico do Ministério Público Federal (MPF). Agora, de acordo com informações da Agência Brasil, o procedimento aberto pela PGR será analisado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, porque Jair Bolsonaro é deputado federal e tem direito ao foro de julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.