Após debate com Moro, senadores apresentam substitutivo a PL.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Boato espalhado nas redes sociais diz que menina será enterrada como indigente.


Circula na internet uma história muito triste envolvendo uma garota. De acordo com o texto, uma menina morreu no dia 10 de maio, às 2 horas 30 minutos, no Centro Cirúrgico, e não foi identificada. Está história está correndo por vários grupos no WhatsApp, no Facebook, porque alguém tirou uma foto do corpo da menina e resolveu compartilhar com objetivo de ajudar a encontrar algum familiar e evitar que ela seja enterrada como indigente. 
Boato espalhado nas redes sociais diz que menina será enterrada como indigente.
Saber que uma menina pode ser enterrada como indigente gerou grande comoção e muitos foram compartilhando a história para ajudar. O problema é que, como não há informações sobre o local onde o suposto fato teria ocorrido, algumas pessoas resolveram tirar proveito desta história e, infelizmente, acabou virando um boato. 


Afinal, seria realmente muita coincidência que este caso tivesse ocorrido em vários estados do Brasil. Alguns dizem que a tragédia teria ocorrido em Minas Gerais, outros dizem que aconteceu em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Santa Catarina, no Rio Grande do Norte (...) Enfim, a imagem foi sendo compartilhada, versões diferentes, em vários lugares, mas todos dizem que a menina será enterrada como indigente.

Agora, outro fato que chama atenção nesta história toda é que, se realmente a menina foi enterrada como indigente, continuar compartilhando a foto da pessoa morta nas redes sociais não vai ajudar, já que não sabemos onde aconteceu, por outro lado, deixar de compartilhar está informação evitaria constrangimentos e  também que mais boatos sejam espalhados na internet.
Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.