Irmão de Geciane, morta em suposta tentativa de assalto, contesta versão do marido.

Gerson Silva de Medeiros, irmão de Geciane Silva de Medeiros, assassinada na noite desta terça-feira (21/03) na rua João Manoel de Faria, no bairro Jóquei, em Campos dos Goytacazes, faz apelo em rede social. 

As primeiras informações dão conta que Geciane estava com o marido quando criminosos teriam anunciado um assalto. Ele desceu do carro e os bandidos efetuaram os disparos. O marido de Geciane não foi atingido. Ela morreu no local - leia aqui.

Mas essa versão já foi contestada pelo irmão da vítima. De acordo com Gerson, sua irmã já sofreu agressões e teria sido ameaçada de morte pelo marido. Ele usou sua conta no Facebook para falar sobre o caso.  "Sou irmão da Geciane Silva de Medeiros, a qual foi tirada a vida no suposto assalto, dito pelo próprio marido, venho pedir a todos uma ajuda, enfim... é muito estranho que minha irmã, leva um tiro no rosto e o marido, não tentar socorrer, nem mesmo entrar em contato com seu único irmão...," escreveu.

Gerson disse ainda que ficou sabendo da morte da irmã pelas redes sociais. "Prestei meu depoimento na DP, onde informei que ele a agredia, a ameaçava de morte... enfim como eles tem o filho de 3 anos, ela sempre quis dar mas uma chance, peço que me ajude para que possamos esclarecer... se alguem viu alguma coisa, por favor me ajuda... para colocar-mos o assassino na cadeia, quem vos escreve é um irmão clamando por justiça, obrigado", postou Gerson em seu perfil no Facebook.

O crime está sendo investigado pela Delegacia do Centro de Campos dos Goytacazes. De acordo com o delegado Geraldo Rangel, titular da 134ª DP, a investigação está em andamento e nenhuma hipótese foi descartada.

O corpo de Geciane Silva de Medeiros está sendo velado na capela do Cemitério do Caju, em Campos dos Goytacazes. O sepultamento será nesta quinta-feira (23/03), 10h. 

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Como porquinhos resgatados de incêndio acabaram servidos como linguiça para bombeiros.