Trânsito


Temos visto muitas irregularidades no trânsito. Em Campos, está ficando cada vez mais dificil dirigir. São carros estacionados em locais proíbidos, fila dupla, ultrapassagens indevidas e desnecessárias, entre outros muitos problemas... Têm motoristas que insistem em transgredir as normas, na descida da ponte General Dutra, por exemplo é comum, presenciarmos carros vindo na contramão, ciclistas atravessando a BR 101 de qualquer maneira, ônibus que desembarcam passageiros na descida da ponte, e isso é só em um trecho. A questão é que muitos acidentes poderiam ser evitados. E porquê isso acontece? Porque falta a maioria do motorista campista consciência. PENSE NISTO: As ATITUDES EGOÍSTAS e os “ ACHISMOS “ dos motoristas aumentam muito os riscos de acidentes de trânsito. Mesmo quando o desfecho não resulta em acidente, invariavelmente ocorre uma freada mais brusca, um desvio repentino, um buzinaço, um xingamento, enfim um desfecho estressante que poderia ser facilmente evitado com atitudes preventivas.


Vamos ver o que os motoristas podem fazer numa situação como a relatada :

O motorista do veículo(1), percebe o veículo (2) e dá muita importância ao fato, pois (2) poderá disputar o mesmo espaço com (1), e causar problemas.
O motorista (1) tira o pé do acelerador, para facilitar o acesso do veículo (2).
O veículo (2) entra na via preferencial, com o motorista do veículo (1) seguindo atrás, pois este último fez pequenos ajustes para isto ser possível.
É claro que tudo é uma questão de momento, de agir da maneira que seja mais adequada para a situação.
O motorista do veículo (1) pode ainda adotar outras ações tais como, sair para outra faixa de rolamento se adequado for ( via de mão única com 2 ou mais faixas de rolamento) ; acelerar um pouco caso seja mais conveniente do que tirar o pé do acelerador e assim ficar à frente de (2); um toque na buzina como sinal de alerta caso os dois veículos estejam próximos demais na confluência; pisar no freio se necessário for.
Concomitantemente, o motorista do veículo (2) pode fazer também pequenos ajustes, reduzindo ou aumentando a velocidade, para se encaixar no trânsito.
Um ponto de grande importância ao identificarmos situações de risco, é agirmos o quanto antes para neutralizá-las.
Muitos motoristas que “ estão certos “ se envolvem ridiculamente em acidentes perfeitamente evitáveis, pois deixam de fazer tudo que estava ao seu alcance para evitá-lo.
Por outro lado, motoristas precavidos sabem que abrir mão da sua própria preferência é um recurso valioso, pois de nada adianta “ estar certo “ e se envolver em acidentes.
Eles sabem que uma atitude bem simples ( e muito ignorada ) resolve grande parte dos conflitos no trânsito.

Acreditamos que juntos podemos melhorar nosso trânsito. Uma recomendação da Equipe Momento da Verdade.


Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.