GRADUAÇÃO: ATENÇÃO NA ESCOLHA DO CURSO




Na corrida para conquistar os vestibulandos, as instituições de ensino superior usam novos cursos de graduação como chamarizes. Entretanto, até que forme sua primeira turma, todo curso opera sem o reconhecimento do Ministério da Educação.

Esse tipo de situação está dentro da normalidade, mas o problema é quando a primeira turma se forma sem o reconhecimento necessário, podendo atrasar a inserção do aluno no mercado de trabalho.


A partir do parecer negativo do MEC, o curso pode ser fechado e os alunos que estão cursando transferidos. Para saber se o curso já foi regularizado, pesquise pelo site do Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), orgão responsável pelas avaliações.

De acordo com o Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) de São Paulo, as instituições têm a obrigação de avisar os estudantes sobre esse tipo de situação logo na matrícula. “No caso do estudante ter prejuízos por causa da falta de reconhecimento, ele pode entrar com uma reclamação contra a universidade”, aconselha a assessoria do Procon.


Fique atento


Os certificados de reconhecimento de curso têm prazo de validade de até cinco anos, após isso o curso é reavaliado. De acordo com o MEC, isso garante a qualidade do ensino superior no país.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.