SARNEY APOSTA NO ESQUECIMENTO.


Um Brasil de Sarney a Sarney, não precisa ser cientista político para essa análise, sou apenas um cidadão e pior um blogueiro chato...rsrsrsrs, entendo que para se galgar a presidência da maravilhosa nação Verde-Amarela é necessário render-se as "alianças" políticas, culpar a mídia por mostrar os fatos é rídiculo e não tenho outra expressão para usar. "Nepotismo existe desde que Brasil é Brasil. Pero Vaz de Caminha, lá no descobrimento, pediu emprego para o cunhado", afirmou o Senador Paulo Duque. Esse é o pensamento do parlamentar.

Duque segue a linha do relator da Câmara, deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) que disse se "lixar" para a opinião pública, e disse que não tem medo de ser cobrado pelas decisões que tomar no Conselho de Ética.

O senador Paulo Duque até ironiza a pressão que a sociedade pode fazer sobre ele. "Quem faz opinião pública são os jornais, tanto que eles estão acabando. A opinião pública é muito volúvel, ela flutua. A opinião pública bota 100 mil pessoas para ver a Madonna no Maracanã, o Roberto Carlos", disse.

Paulo Duque disse que só vai analisar os processos que estão no Conselho de Ética contra o senador Sarney em agosto, depois que retornar do recesso. Ele negou que esteja antecipando o julgamento quando afirmou que atos secretos são bobagens. "São cinco processos que, por enquanto, estão todos respeitosamente guardados e não analisarei nada agora. Vou cumprir o regimento", disse.
fonte: Portal Terra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.