TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

GRIPE SUÍNA: BRASIL LIDERA RANKING



De acordo com a OMS estamos liderando o ranking de mortes por gripe suína. Fica um questionamento, por quê? Se de acordo com Ministério da Saúde o quadro está regredindo. Ou será que não estamos sendo bem informados?

Com 557 mortes confirmadas oficialmente pelo Ministério da Saúde, o Brasil agora é o líder mundial em mortes por gripe suína. Os Estados Unidos aparecem em segundo lugar, com 522 óbitos, e a Argentina vem em terceiro lugar, com 439.

O vizinho sul-americano também possui a maior taxa de mortalidade por 100 mil/hab (1,08), contra 0,29 do Brasil, que está em sétimo lugar.

De acordo com o relatório do Ministério da Saúde, os países com as maiores taxas de mortalidade estão no Hemisfério Sul – com exceção da Costa Rica – pois o inverno provoca maior impacto da doença. Os países do Hemisfério Norte, onde é verão atualmente, registram uma transmissão significativamente menor.

Segundo o ministério, foram notificados, no período entre 25 de abril e 22 de agosto, 30.854 casos graves no Brasil. Do total, 5.206 tiveram confirmação laboratorial para o vírus da gripe suína.

O relatório também apontou que 480 gestantes foram infectadas pelo vírus H1N1 e, dessas, 58 morreram.fonte:JB


Opinião do Especialista:


"O Ministério da Saúde começou muito bem. Inicialmente, o (medicamento) Tamiflu era distribuído para todos. Mas, depois, só os casos mais graves passaram a ser tratados com o remédio, que no Rio de Janeiro era distribuído em apenas dois pontos. Essa medida não foi adequada, pois, além atrapalhar o tratamento, ajudou a propagar a doença, já que aumentou a circulação de contaminados pela cidade."Edimílson Migowski(UFRJ)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?