Apenas a Igreja Católica pode interpetrar a BÍBLIA.

imagem do Google

Uma declaração polêmica e radical a do Papa Bento XVI que reiterou com firmeza, em um encontro com estudantes e professores do Pontifício Instituto Bíblico, que apenas a Igreja Católica pode interpretar "autenticamente" a Bíblia.

Disse: "À Igreja é destinado o trabalho de interpretar autenticamente a palavra de Deus escrita e transmitida.”

Em Gálatas 1:8-9, Paulo afirma que não é QUEM ensina, mas O QUE está sendo ensinado que deve ser usado para diferenciar a verdade do engano.

Antes do questionamento luterano que seguia rigorosamente as interpetrações dos seus mestres, o povo não tinha acesso às sagradas escrituras e, portanto eram dirigidos por um único pensamento. Não vou entrar no mundo histórico onde somente o fato de supor a infidelidade para com os preceitos da Igreja, muitos foram queimados em praça pública.

Portanto está declaração do ponto de vista laico põe em risco a liberdade. Que é essencial a respeito do evangelho, e tal afirmação não apenas coloca em risco o deixarmos de ter vida eterna no céu, mas sem saber, levarmos os outros ao caminho errado, isso sim é muito grave.
“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” ( Rm 12:2 )

Sendo assim não podemos aceitar imposições, pois o próprio SENHOR JESUS disse: “Conhecereis a VERDADE e a VERDADE vos LIBERTARÁ.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.