“Hackers” vão invadir o TSE



O Tribunal Superior Eleitoral vai liberar acesso ao código fonte das urnas eletrônicas, e o motivo da abertura é testar a segurança do sistema, tanto o software como o hardware.

O teste que acontecerá durante três dias entre 10 e 13 novembro, já tem uma lista com trinta e dois profissionais que foram rigorosamente selecionados a partir de uma prova proposta pelo TSE. Composta por três mulheres e 29 homens que atuam em diversas áreas como: cientistas da computação, engenheiros eletrônicos, analistas de sistemas e auditores que vão colocar em prática através de seus vastos conhecimentos uma maneira de burlar o sistema eleitoral e fraudar as eleições.

A simulação de invasão servirá de ponte para identificar se há falhas no sistema, e caso encontrem alguma porta aberta a mesma seja imediatamente fechada.

Como bonificação os três primeiros destaques vão receber quantias que variam de R$5 a 2 mil, mais o importante mesmo é a contribuição de idéias dos colaboradores para credibilidade do sistema eleitoral brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas