DEM - Mais escândalos na política brasileira

Reprodução
Governador, prefeito e um mar de irregularidades pelo Brasil. Esses episódios devem ser bem avaliados pelo cidadão brasileiro, afinal estamos no ano X.

A Justiça Eleitoral cassou o mandato do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (DEM) e da vice Alda Marco Antonio (PMDB) por doações consideradas ilegais durante a campanha eleitoral de 2008. A decisão foi tomada pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aloísio Sérgio Resende Silveira. A partir da publicação da sentença, começa a contar o prazo de três dias para o recurso dos acusados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Em nota, os advogados de defesa do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), afirmam que o motivo alegado para a suposta cassação do mandato do político já foi derrotado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os advogados de Kassab dizem que a tese que embasa a sentença do juiz foi derrotada no Tribunal Superior Eleitoral por várias vezes desde 2006 e, segundo a defesa, deveria ser acatada pelas instâncias inferiores. A defesa afirmou que recorrerá da decisão judicial tão logo seja publicada a sentença.

O motivo da cassação

Cinco empresas responsáveis pelas supostas doações ilegais ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), receberam R$ 243 milhões em contratos pagos pela Prefeitura desde 2009, segundo o jornal Estado de S.Paulo.

Edição: Washington Luiz / Fonte: Estadão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.