Lindberg Farias tem sigilo bancário e fiscal quebrado

Divulgação
Justiça quebra sigilo bancário e fiscal de Lindberg para investigação de denúncias de suposto esquema de desvio de verbas. Medida atinge parentes do prefeito e integrantes do governo.

O prefeito de Nova Iguaçu que se licencia hoje de suas funções para concorrer ao Senado pelo PT, teve os sigilos bancário e fiscal quebrados por determinação do Tribunal de Justiça do Rio.

A medida, tomada em meados do ano passado, atinge também parentes de Lindberg, integrantes da alta cúpula do governo municipal e fornecedores da prefeitura. A investigação sobre um suposto esquema de desvio de verbas da prefeitura partiu do Ministério Público e está na Seção Criminal do Tribunal de Justiça há dois anos. A apuração tem caráter sigiloso.

Os dados bancários e fiscais dos suspeitos — empresas e pessoas físicas — estão sendo analisados pela Coordenadoria de Tecnologia em Investigação e Análise no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro do MP Estadual. Os investigadores cruzam as informações para verificar eventuais relações ilícitas entre as empresas e a prefeitura.

O prefeito divulgou nota ontem no jornal O Dia classificando como velhas e improcedentes as acusações. Disse ainda que o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, pré-candidato ao Senado pelo PMDB, é o responsável por “requentar” as denúncias.

“Para se ter uma ideia da perseguição que se inicia contra a minha pessoa, na terça-feira passada, o presidente da Assembleia Legislativa, Sr. Jorge Picciani, na presença de testemunhas e com parte deste procedimento investigatório em mãos, bradava que ia usar toda a sua força política para abalar a minha imagem”, argumentou Lindberg na nota.

As declarações de Lindberg abrem uma crise na chapa formada em torno do governador Sérgio Cabral (PMDB). Lindberg e Picciani deveriam agir como aliados para ajudar na reeleição de Cabral e na eleição de Dilma Roussef à Presidência. Estão em disputa este ano duas vagas para o Senado.


O Pré-candidato afirma que o Presidente Lula está o apoiando

No tabuleiro político, Lindberg Farias largou na frente para o Senado pelo PT. Segunda-feira, ele se encontrou com o presidente Lula no lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), em Brasília. Na ocasião, Lindberg disse que Lula fez vários elogios a ele e ainda lhe confidenciou que, no Rio, vai trabalhar por duas candidaturas ao Senado: a dele e a de Marcelo Crivella (PRB), que disputa a reeleição.

A força da candidatura de Lindberg Farias começou a ser construída no domingo. Ele venceu as prévias com ampla margem de votos — 18.546 (67,1%) — sobre a secretária estadual de Assistência Social, Benedita da Silva. À aliada política, Lindberg sugeriu a candidatura à Câmara dos Deputados.

Hoje, o prefeito vai entregar o cargo à vice-prefeita, Sheila Gama, às 16h, na Faculdade Estácio de Sá, em Nova Iguaçu. Ele vai divulgar um balanço oficial da sua administração.

Edição e comentários: Washington Luiz / Fonte: O Dia-Online

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.