I Festival de "Teatro Aberto" em Campos dos Goytacazes

Foto Divulgação:
Campos dos Goytacazes, no norte-fluminense, se transformou em um grande palco a céu aberto para receber o I Festival de Teatro Aberto, que ocupa as ruas da cidade, até domingo (2/5), com apresentações dos grupos O Pessoal do Oráculo, Sociedade Ambulante S.A., Cia. Black Fire e Circo São Pedro, de Campos; Os Ciclomáticos Cia de Teatro, do Rio de Janeiro; Tablado de Arruar, de São Paulo; Língua de Trapo, de Nova Friburgo; e Grupo Andante, de Belo Horizonte.

O I Festival de Teatro Aberto de Campos é uma mostra nacional que tem por conceito a utilização de espaços cênicos não convencionais, apresentando os espetáculos em vários espaços públicos como o Cais da Lapa, a escadaria do Fórum Nilo Peçanha, os jardins da Casa de Cultura Villa Maria, a Pracinha do Liceu, o Jardim São Benedito , a Praça do Santíssimo e a orla do Rio Paraíba.

Daniela Passos, produtora e idealizadora do projeto, explica o conceito de utilização de espaços públicos como palco.

- É um festival que se realiza fora dos palcos, utilizando a cidade como seu cenário, atraindo as pessoas para os espaços públicos e fazendo com que o cidadão, através da arte, modifique o seu olhar, o seu entendimento sobre o patrimônio histórico e perceba melhor o seu entorno. Qualquer ação no sentido de criar um calendário de arte na região Norte Fluminense deve ser amplamente apoiada. Acredito que é hora de se começar a discutir como criar condições desta região se inserir no eixo cultural do país, já que é uma região tão importante economicamente.

José Sisneiro, coordenador do festival, completa:

-É um movimento de resistência cultural. O encontro visa dar uma dimensão nacional ao evento, já que teremos representantes não só do Estado do Rio de Janeiro, mas também de São Paulo e de Minas Gerais.

Além do festival de teatro, serão realizadas oficinas de corpo, voz, cenografia de rua, dramaturgia de rua e interpretação para a rua. Mesas redondas com os temas o fazer teatral na rua e investimentos no setor cultural – a democratização ao acesso as artes também fazem parte da programação.

- Entendemos que só através da arte é possível criar um vínculo de afeto mais efetivo entre o povo e a sua terra - conclui Daniela Passos.

O I Festival de Teatro Aberto de Campos é uma realização do Centro de Preservação do Centro (CPC), com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e da Caixa Cultural. O festival foi viabilizado graças aos Editais de 2008-2009 da secretaria.

Edição:Washington Luiz / Fonte:Ascom Secretaria de Cultura

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.