Jovem morre eletrecutada ao fazer "chapinha"


A facilidade de fazer chapinha em casa esconde um sério risco de dano aos cabelos.


Thaís Delbone Oliveira, de 21 anos, morreu ontem vítima de um choque elétrico ao fazer "chapinha" no cabelo. De acordo com a mãe da jovem, Irene Oliveira, a filha estava sozinha em casa, no bairro Cohab Massangano, onde residiam, e se arrumava para uma entrevista de emprego. Ao chegar, a mãe a encontrou queimada, no chão, e a chapinha ligada. Ela estava descalça, com o cabelo molhado. O chão também estava úmido. O corpo da jovem foi enterrado hoje em Petrolina (PE).

Este é o segundo caso registrado em Pernambuco em oito meses. Em agosto do ano passado, uma menina de 12 anos morreu eletrocutada devido à descarga elétrica ao fazer "chapinha" depois de sair do banho.

AGÊNCIA ESTADO

Comentários

  1. Tbm. Pranchinha se usa em cabelo seco. Sem nada de humidade por perto. É falta de informação ou , simplesmente, como é mania das pessoas - o tão familiar ato de ignorar informação. Pois bem, dá no que dá!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.