Morre, aos 78 anos, Lee Kun-hee, presidente da Samsung

Bruno diz que vai processar o Estado em vídeo gravado dentro da cadeia

Reprodução-
Durante uma entrevista exclusiva exibida no jornal do SBT foi exibida imagens exclusivas de Bruno e Macarrão mantendo contato dentro da penitenciária, Nelson Hungria.

A vida de Bruno e Macarrão dentro da penitenciária

Um funcionário da cadeia conta que Bruno e Macarrão mantêm conversas na prisão, mas eles deveriam estar isolados. O repórter pergunta ao funcionário: Eles conversam? Sim, responde o funcionário eles dizem que são inocentes e estão aguardando o pedido de habeas corpus. A reportagem mostra que o goleiro e o amigo falam de Eliza Samudio como se a versão da polícia não existisse.

O pavilhão em que estão antes era usado para punir presos por mau comportamento, as celas sem iluminação serviam como castigo. Há treze dias não recebem visitas, tomam banho frio, e não podem tomar banho de sol, a saída da cela dura poucos minutos, são feitos somente cercados por agentes penitenciários, eles são conduzidos a outra cela, chamada de parlatório da penitenciária onde falam com os advogados.

Bruno disse que o tempo para provar a versão da sustentada pela polícia está acabando. - O Macarrão é meu amigo, meu irmão, já o Bola eu não conhecia. O negócio é aguardar por aqui mesmo, até porque não existe nada...

O goleiro faz planos para o futuro. - Está acabando o prazo deles, tá acabando... Daí vou processar o Estado, perdi de um lado, mas ganho do outro, mas eu perdi mais do que ganhei... Ressalta o goleiro.

Enquanto o inquérito não é concluído Bruno e Macarrão já sabem como vão passar os dias na cadeia. O funcionário disse que eles pretendem montar um time na penitenciária.

Sobre os rumos da investigação.

O jornal informa que fez contato com a Secretaria de Defesa Social de Minas Gerais responsável pela penitenciária e a mesma disse que eles não estão em celas próximas. O delegado responsável pelo caso, Edson Moreira, afirmou que as conversas entre o amigo e goleiro na cadeia não atrapalham a investigação.


Editado por: Washington Luiz
Com informações exibidas no Jornal do SBT.

Comentários