Rogério Matoso fala abertamente sua posição sobre a posse do Dr. Edson Batista

Momento Verdadeiro:


Política de Campos dos Goytacazes - Após o afastamento da prefeita eleita Rosinha Garotinho por decisão judicial. E depois do presidente da Câmara, Dr. Nelson Nahim assumir a prefeitura, exercendo o cargo de prefeito interinamente. Surge a possibilidade do suplente Dr. Edson Batista tomar posse no lugar do Dr. Nelson. E daí, também um impasse que até o momento está ganhando destaque na imprensa campista. Há ou não uma vaga aberta?

E para esclarecer essa situação o blogueiro esteve na Câmara de Vereadores entrevistando o presidente interino Rogério Matoso.

Blogueiro - Rogério o Dr. Edson Batista disse durante uma entrevista ao Programa de Olho na Cidade, da TV Litoral, que ainda não foi empossado no lugar do vereador Nelson Nahim por um ato individual do senhor e não por uma orquestração da oposição. O que o senhor tem a dizer sobre essa afirmação?

Presidente - Bom! Estamos tentando dar essa vaga ao Dr. Edson, só que tenho que fazer tudo dentro da Lei, seguir o que regulamenta a Lei Orgânica, e nesse caso há dois entendimentos. Então resolvemos buscar apoio de um órgão da justiça e fomos consultar um juiz do Tribunal Regional Eleitoral. Na ocasião o magistrado, Dr. Leonardo Grandmasson ao analisar os dois entendimentos disse que o caso é - Interna Corporis ("...utilização de suas prerrogativas institucionais - modo de funcionamento da Câmara...") - e de posse desse suporte venho agindo. Pois o direito é assim mesmo, cada um tem um entendimento e isso faz parte da democracia. Na realidade eu quero dar a vaga ao Edson, só não estou vendo essa vaga, por isso que procuramos a justiça. O Nahim é presidente da Câmara no seu dever de ofício, até porque se o Nahim declina-se disso por obrigação na linha sucessória eu seria o prefeito, da mesma forma se não assumisse a prefeitura, assumiria o Altamir Barbara. Quero fazer somente o que a lei determina, Washington.

Blogueiro - Também segundo o doutor tal ato pode criar um conflito quando o senhor ignora um parecer assinado por três advogados da procuradoria em detrimento de outro vindo de fora. O que de acordo com o médico deixou a entender que a opinião da procuradoria não foi reconhecida. Como o senhor vê essa questão?

Presidente - A opinião da procuradoria tanto foi reconhecida que fui com parecer das pessoas que me acompanham há muito tempo, que tenho uma interlocução, junto com parecer da procuradoria isso foi debatido entre eles. E nenhum dos advogados tanto o Helson de Oliveira como Robson Tadeu que se dão muito bem, pois trabalharam juntos, embora os entendimentos sejam diferentes não existe nada de leviano.

Blogueiro - Existe alguma possibilidade do senhor exonerar os procuradores?

Presidente - Ainda não exonerei ninguém, o que acontece é que na presidência devo trabalhar com minha equipe. Assim como o prefeito Nahim tem contado com sua equipe, e não há nada de errado nisso. Da mesma forma que quando o Nahim assumiu a presidência não ficou com os procuradores de Marcos Bacellar. E uma questão que varia de acordo com cada presidente.

Blogueiro - Haverá mudanças na Câmara ao término do recesso?

Presidente - Essa é uma questão que vamos tratar a partir do dia 03 de agosto quando retornarmos do recesso. Haverá algumas mudanças sim, mas nada que altere a rotina dos trabalhos, apenas cada administração segue um modelo de gestão.

Por: Washington Luiz

Comentários

  1. A politica de Campos não muda mesmo, tem um pessoal aí que só quer saber de encher o bolso. Quero ver quando acabar essa mamata de royalties.

    ResponderExcluir
  2. O que mesmo que o doutor Edson quer? Vaga, fala sério....

    ResponderExcluir
  3. Quando vai acabar essa novela? A prefeita Rosinha pode voltar mês que vem, Nahim volta para Câmara e Dr. Edson continua secretário...FINAL FELIZ!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.