O comando vermelho perdeu, mas será que está acabado?

Reprodução - No primeiro dia de ocupação pela polícia do Complexo do Alemão foram apreendidas mais de 7 toneladas de maconha e dezenas de quilos de cocaína. A informação foi divulgada pelo delegado Ronaldo Oliveira, chefe das delegacias especializadas. -
Rio de Janeiro - Há exatamente uma semana uma onda de terror tomou conta da cidade maravilhosa. Milhares de pessoas estão acompanhando de perto o desenrolar dessa realidade que mexeu com a rotina do país. Hoje (28) o dia amanheceu e o que se viu foram centenas de militares invadirem uma das áreas mais populosas do Rio de Janeiro, o Complexo do Alemão, conhecido Quartel General (QG) do Comando Vermelho.

A pergunta que não quer calar é – será o fim do Comando Vermelho? Se for o fim desse comando paralelo, o estado conseguirá manter uma polícia onipresente? – Muitos especialistas estão otimistas, mas quem vive ano após ano numa comunidade conhece a realidade, nua e crua, sem teoria ou demagogia.

Onde está o bonde? Na facção existe uma ordem, e vacilou é vala. Como eles costumam dizer a chapa é quente. Os ganhos agora serão aonde? Sem tráfico de drogas e com grandes prejuízos quem pode prevê os futuros acontecimentos?

É bom lembrar que na capital ainda tem o Terceiro Comando, ADA e Milícia. O que nos leva crer que antes de comemorarmos totalmente a derrota é preciso muitas ações concretas que vão além do Complexo do Alemão, Mineira, Fogueteiro, Turano, Borel, Formiga, Nova Holanda, Querosene, Coroa, Providência, Tuiti, Mangueira, Jacaré ...

Enfim jamais podemos perder a esperança, pois a sociedade anseia por liberdade, paz e justiça.

Por: Washington Luiz

Comentários

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.