Minha Casa, Minha Vida – deputados aprovam um projeto que aumenta oferta de imóveis financiados pelo programa.

Minha Casa, Minha Vida (divulgação)
Foi aprovado ontem (27) na Câmara dos Deputados o projeto de lei de conversão à Medida Provisória (MP) 514, que detalha novas regras da segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida, onde está prevista a construção ou reforma de 2 milhões de moradias entre 2011 e 2014. A MP também aumenta de R$ 14 bilhões para R$ 16,5 bilhões os recursos que a União poderá transferir ao Fundo de Arrendamento Residencial, que é uma das fontes de financiamento do programa.
Entre as mudanças propostas pelo relator, deputado André Vargas (PT-PR), ao texto do governo e aprovadas pelo plenário da Câmara, está a criação de uma modalidade específica para a construção de moradias em cidades que tenham entre 20 mil e 50 mil habitantes. A medida irá beneficiar, de acordo com André Vargas, 278 municípios com o aumento da oferta de imóveis financiados pelo Minha Casa, Minha Vida. Segundo ele, o programa não pode se concentrar só nos grande centros.
A oposição tentou impedir a votação da media provisória, usando instrumentos regimentais para protelar a votação. Como a bases governista estava unida em torno da MP, ela foi aprovada nos termos do projeto de lei de conversão e agora segue à apreciação do Senado Federal. Se o texto for alterado pelos senadores, a MP voltará para nova apreciação dos deputados. As informações são da Agência Brasil.

Comentários

  1. As cidades igual a sarandi que não tem asfalto ,era construidas varias casas novas um brinco de casas,e o melhor o valor inicial das casas 62 mil reais,agora com a lei que as casas tem que ser construidas nos bairros que tem asfalto,ovalor agora é 120 mil reais dobrou o valor ,e agora eu recordo que as casas do plano minha vida seria ´pra clase mais pobres,agora com esses valores que é que pode comprar uma casa de 120 mil reais?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas