O homossexualismo ganhou seu espaço nas novelas brasileiras.

Reprodução - Novela SBT Amor e Revolução
A novela brasileira e o espaço dedicado aos personagens homossexuais - O Ministério da Justiça, órgão responsável pela classificação indicativa, decidiu mantê-la como "não recomendada para menores de 12 anos" (ao invés de 14 anos).

Os elogios abriram espaço para polêmica, as novelas que tentam abordar com naturalidade os relacionamentos homossexuais, tiveram que recuar a forma de interpretação de personagens gays.

No SBT - "Amor e Revolução" mostrou um beijo lésbico entre Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre). Em nota, a emissora explica ter tomado a decisão após uma pesquisa mostrar insatisfação "em relação às cenas de violência demasiada e beijo gay explícito, que incomodaram a maioria das famílias brasileiras".Já a Globo não citou pesquisas para esfriar a história de "Insensato Coração", cortando cenas gravadas, como noticiado pela coluna "Outro Canal" nesta semana. "Nossa tramas registram a afetividade e o preconceito, mas não cabe exaltação", informou em nota.

As decisões das emissoras causaram surpresa e decepção entre defensores dos direitos dos homossexuais. Mas agradou boa parte da família brasileira. Por fim esses são dos dois lados da moeda.

Por: Washington Luiz/com informações do Blog Marcos Silvério.

Comentários

O Caçador de Recompensas (1972) | Filme de Faroeste Dublado