“Jaqueline Roriz” é absolvida do processo de cassação.

Agência Brasil
A deputada Jaqueline Roriz foi absolvida do processo de cassação por quebra de decoro do mandato da parlamentar do Distrito Federal.

O processo à com base numa gravação em vídeo, onde a deputada, na época candidata à deputada distrital, aparece recebendo dinheiro do operador do esquema de propina no governo do DF, Durval Barbosa. A fita com as imagens só foi divulgada este ano, levando o PSOL a pedir ao Conselho de Ética da Câmara a abertura de processo de cassação.

Acusação à O relator do processo no Conselho de Ética, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), fez um parecer, que foi aprovado, favorável à cassação do mandato de Jaqueline Roriz. Sampaio usou como argumento que as imagens mostradas este ano mancharam a imagem da Câmara e, portanto, a deputada ferira o decoro parlamentar.

Defesa à O advogado José Eduardo Alckmin adotou como tese da defesa que fatos anteriores ao mandato não caracterizam quebra de decoro.

Conclusão da maioria dos deputados à Votação 265 votos contra 166 e 20 abstenções.

Resultado à Ficou decidido nesta terça-feira (30), no plenário da Câmara, a absolvição da deputada Jaqueline Roriz da acusação de quebra de decoro parlamentar que poderia ter causado a cassação do mandato da deputada.  

Momento Verdadeiro/com informações da ABr.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.