Lula deve ter acompanhamento com fonoaudiólogos durante tratamento do câncer.

(reprodução)
Momento Verdadeiro - Os médicos constataram após o resultado de uma biópsia que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desenvolveu um câncer do tipo mais comum, o exame indicou ainda que a agressividade do tumor é considerada média e seu estágio de desenvolvimento é relativamente inicial. As informações foram divulgadas na tarde desta segunda-feira(31) pela equipe médica que acompanha o ex-presidente no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Os médicos Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz e Luiz Paulo Kowalski são os responsáveis pelo tratamento. 


Kowalski explicou que o tumor do ex-presidente tem aproximadamente 3 centímetros, está em uma fase de desenvolvimento que os médicos chamam de T2 e ainda não atingiu as cordas vocais do paciente.

Hoff disse, porém, que o tratamento a que o ex-presidente será submetido pode afetar sua voz. “O tratamento pode deixar alguma alteração de voz”, afirmou ele. “Dando tudo certo, seria uma alteração mínima e não teria nenhum impacto para nosso paciente.”

Por causa desse impacto, Lula também deve ter acompanhamento de fonoaudiólogos durante o tratamento do tumor. 

Momento Verdadeiro com informações da Agência Brasil de Notícias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.