'Adriene Cyrilo' deixa o hospital Barra D'Or.

A jovem que foi atingida por um tiro dentro do carro do jogador Adriano, do Corinthians, deixou na tarde desta quarta-feira (28) o Hospital Barra D'Or, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. 'Adriene Cyrilo' estava internada desde a madrugada de sábado (24) e fez uma cirurgia na mão esquerda na terça-feira (27).
No sábado (24), o atacante, quatro mulheres e um tenente da PM estavam no veículo, que deixava uma boate na Barra da Tijuca. A estudante foi baleada na mão dentro do carro do atacante. De acordo com a PM, a arma seria do tenente reformado.
Delegado vai ouvir nova testemunha
A polícia vai ouvir, na tarde desta quarta-feira, um funcionário da casa de shows de onde o atacante Adriano saiu antes de ocorrer o disparo que atingiu a mão da estudante Adriene Cyrilo dentro do carro dele. Informalmente, ele declarou que o jogador estava no banco da frente do carro. Segundo os primeiros dados da perícia, o tiro partiu do banco de trás.
De acordo com a polícia, das seis pessoas, cinco dizem que o Adriano estava no banco da frente. Somente a vítima afirma que ele estava no banco de trás. O delegado pretende fazer acareação na quarta-feira, assim que a jovem tiver alta.
Na última segunda-feira (26), Adriano prestou novo depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca).  Ao chegar à delegacia, ele disse estar tranquilo e que os exames de resíduo de pólvora vão comprovar o que realmente aconteceu.
De acordo com o delegado Fernando Reis, se mentir no depoimento, ele poderá responder por fraude processual e lesão corporal culposa. O delegado também informou que Adriano contou que foi a própria vítima que efetuou, acidentalmente, o disparo.
Segundo policiais militares, a estudante contou que Adriano brincava com uma pistola calibre 40, quando acidentalmente teria disparado na mão dela. Com informações da Agência Rio de Notícias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.