Eu apoio Notícias do Momento

Cabral não será convocado para depor na "CPI do Cachoeira."


(Governador Sérgio Cabral - arquivo Momento Verdadeiro)

“CPI do Cachoeira” –  Levou mais de duas horas para comissão de inquérito aprovar a convocação dos governadores Marconi Perillo (PSDB-GO) e Agnelo Queiroz (PT-DF), mas rejeitou ouvir o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB).

Segundo investigações da Polícia Federal o governador Marcos Perillo teria loteado seu governo com indicações de Cachoeira e recebido dinheiro do empresário pela venda de uma casa. Perillo foi convocado por unanimidade.

Mesmo com o Partido dos Trabalhadores sendo contrario a convocação de Agnelo foi aprovada por 16 votos a favor e 12 contra. O PT baseou-se na alegação que não há nada no inquérito que ligue o governador ao esquema de Cachoeira.

Já o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral – escapuliu, e não será convocado. Dezessete membros da comissão de inquérito votaram contra a convocação.  

Para justificar o senador Humberto Costa (PT-PE) disse: "Vamos chamar o governador do Rio aqui porque ele colocou um guardanapo na cabeça e ficou dançando".

Também o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) afirmou que vai ficar muito clara a necessidade da convocação quando chegar o sigilo nacional da Delta Construções na CPI.

Momento Verdadeiro/*Com informações da coluna “Poder”, da Folha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.