Eu apoio Notícias do Momento

Dunga pode assumir o Flamengo no lugar de Joel Santana.

Crédito da Foto: Wilton Junior/AE
Notícias do Flamengo - Segundo informações da coluna "Ataque", do jornal O Dia, a diretoria já decidiu: Joel Santana é carta fora do baralho . E, mesmo antes de jogar o técnico fora, já tem um trunfo: Dunga. O ex-técnico da Seleção foi procurado pelo clube, mas a proposta ainda não está na mesa. Nesta quarta-feira, o atual treinador comandou trabalho em dois períodos e, após o treino da tarde, foi para casa sem ser procurado por membros da diretoria.
Enquanto a diretoria concentra as suas apostas em Dunga, o advogado do tetracampeão mundial ao lado de Zinho usa a velha tática do blefe.

“O Dunga não conversa com clube que ainda tem técnico. Ele chega de viagem (Cancún) e só então tomará uma decisão sobre o seu futuro”, disse Juarez Rosa.


Enquanto Joel tentava acertar a mão para bater o Atlético-GO, nos bastidores do clube a diretoria tentava uma cartada que permitisse a troca antes mesmo da partida de domingo. Se não cair antes, qualquer tropeço diante do lanterna do Brasileiro será fatal.

O diretor de futebol, Zinho, foi quem conseguiu segurar o treinador no cargo até agora. Mas ele mesmo já disse não poder garantir a continuidade do trabalho.
Nesta quarta, ele escondeu o jogo, mas deixou transparecer que a demissão acontecerá a qualquer momento.“Se houver alguma coisa nesse sentido (demissão do Joel), eu vou comunicar”, limitou-se a dizer Zinho, por meio da assessoria de imprensa.

*As informações são do jornal O Dia.

Comentários

  1. o joel é muito ruim técnico, mas o time atual do meu time, flamengo, claro, consegue ser ainda pior. Há muito tempo não se via um time tão ruim como esse atual do flamengo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.