O grande dia!

A dura realidade que nasceu de uma utopia.

Capítulo 13 - Hoje é o grande dia...

-   Bom dia?
-   Bom dia, Cabo.
-   Paulo você conseguiu falar com seu pai, sobre a possibilidade de aproveitarmos está folga para fazer a mudança?
-   Conforme combinei contigo, informe a data precisa e deixa que pego a jabiraca ( Kombi Pikup).
-   Valeu, tem sido um amigão.
-   Deixa disso, somos ou não amigos.
-   Haverá formatura vespertina, e será mais cedo vou á CCS ( Companhia de Comando e Serviço) verificar.
-   Ok, qualquer coisa avise-me por favor. Irei aproveitar para deixar está grade ponteada    (termo usado pelo serralheiro, ao depositar pequenos pingos de solda sobre as partes diagonais da peça.), amanhã é só soldar.
-   Até mais amigo.
-   Até, Paulo.
-
-  Tudo resolvido, serviço concluído e como recompensa além de elogio publicado e BI (boletim interno), tiveram seus nomes mencionados também em Diário Oficial e claro a  tão sonhada e merecida dispensa.
- Cabo, o S4 está lhe aguardando?
-   Sim Senhor SGT, obrigado estou indo.
-   Cabo Nilson apresentando-se, permissão Senhor?
-   Fique  a vontade Cabo, meus parabéns guerreiro!
-   Obrigado Senhor.
-   Mandei lhe chamar porque o CMT resolveu prolongar sua dispensa para 10 dias, tendo em vista sua satisfação com os bons serviços prestados.
-   Obrigado, Senhor.
-   Imagine que o GENERAL ficou tão  satisfeito que distribuiu elogio para todo alto escalão, graças é claro... do seu empenho e de seus subordinados. Passe na Secretária coloque os nomes de sua equipe e bom descanso, e não se esqueça já tenho outra grande missão lhe esperando.
-   Muito obrigado Major, permissão para retirar-me Senhor.
-   Permissão concedida.
Consegui! Consegui! ... puxa vida o CMT nos dispensou que legal ...
   Agora tudo acertado colocou imediatamente os nomes no quadro da secretária e contou para Paulo que mal ouviu a notícia ligou para seu pai:
- Alô, Pai, resolvemos prepare tudo aí, amanhã botaremos o pé na estrada.
-   Tudo bem Paulo, poderei ir também, sabe adoro viajar e estou mesmo querendo respirar um ar puro.
-   Tá legal papai, vamos sair às 5h30m.
-   Tchau.
-   Até mais meu filho.

   Saíram rapidamente do Quartel, Paulo e Nilson eram uma agitação só. Foram direto à casa de Paulo pegaram o carro pois tinham que deixar tudo arrumado e o tempo não pára...não pára.
   Mais uma vez sua imprudência não lhe permitia raciocinar com lógica se está era realmente uma atitude correta.


Tudo que fazia era precipitado, revisemos rapidamente: juntou-se com Jussara que estava assustada e inexperiente retirando-a de casa; foram para Belford Roxo locaram um casebre mais á distância de seu trabalho serviu de empecilho para  felicidade dos jovens pombinhos; novamente não pensaram e vieram parar na casa dos pais de Jussara e agora será que indo para Campos encontraram sua verdadeira felicidade!?


Autor: Washington Luiz.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.