TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Quando a religião nos afasta de Deus.

Quando a religião nos afasta de Deus? Num primeiro momento parece estranho alguém questionar o motivo da religião nos afastar de Deus. Afinal o propósito dela é justamente fazer essa ponte, pois a palavra "religião" vem do latim "religare" que significa "religação com o divino"

Entretanto o homem tem buscado essa religação, mas a questão é que muitas vezes prevalece a falta de respeito pelas crenças e costumes dos outros.  Há uma espécie de imposição predominante -- do estilo:"minha religião que é a certa." 

É bom observar que a própria Bíblia Sagrada diz no Novo Testamento, no livro de Mateus, capítulo 15, que certa ocasião o Senhor Jesus Cristo advertiu alguns religiosos sobre a predominância das tradições em detrimento ao que seria o propósito principal de uma religião. 

Vamos entender melhor isso. Jesus indagou:"Por que transgredis vós também os mandamentos de Deus pela vossa tradição?" Veja que há um questionamento por parte do Senhor ao religiosos, pois eles queriam impor suas tradições. Inclusive, eles eram capazes de qualquer coisa para defender seus costumes -- tanto que não sossegaram até que conseguiram tirar Jesus do seu caminho. 

Jesus Cristo (homem), filho de José e Maria, incomodava porque não defendia uma religião, não se uniu a nenhuma delas, mas cumpriu sua missão, ensinou o amor, curou, consolou, perdoou (...) e mais, Jesus (Filho de Deus) ratificou o que havia sido profetizado anteriormente. 

Hoje não é diferente, a religião continua seguindo o caminho antagônico, matando, semeando a discórdia, espalhando o ódio, entre outras coisas terríveis que tem afastado ela do seu principal propósito -- que seria o de religação.

Se cremos em Deus, um Deus justo, que é Amor, não podemos perder seu foco. Afinal para o Senhor não importa o exterior, pois Ele conhece o interior, sonda as mentes e prova os corações.

Sendo assim não importa se você é: católico, muçulmano, protestante (...) entre tantas outras religiões criadas pelo homem, pois Jesus Cristo não fundou nenhuma, ao contrário, Ele enfatizou que não adianta honrar a Deus com os lábios se o coração (vida) estiver longe. 

Reflita - somos todos iguais, vulneráveis, seja pobre ou rico, louro ou moreno, precisamos de oxigênio, logo dependemos totalmente de Deus. Pois não há no mundo alguém capaz de acrescentar um milésimo de segundo em sua vida. Por isso é essencial aprender a vivê-la dignamente, e cuidar dela como quem cuida de um presente precioso. Ame é será amado. Respeite e será respeitado. Plante, cuide, valorize e você colherá bons frutos.

Deus abençoe a todos.

Por: Washington Luiz
Jornalista e Teólogo.
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?