Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil "nos próximos dias". A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático.  Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China.  Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.   Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia. Nos últi

Parlamentares de oposição querem explicações sobre telefonemas trocados entre Lula e Rosemary, diz site.


Momento Verdadeiro|Com Agências

Segundo informações do site da Band, divulgado na quarta (28), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá ser convidado para explicar no Congresso a relação com a ex-chefe de gabinete da presidência em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha, que foi demitida depois de ter seu nome envolvido nas investigações da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal.
(Foto: Reprodução internet)
Os parlamentares de oposição querem explicações sobre a informação publicada pelo "Metro" na segunda-feira. Lula e Rosemary, trocaram pelo menos 122 telefonemas entre março do ano passado e outubro deste ano - uma média de uma ligação a cada cinco dias, segundo apontam as investigações da PF.

Como o Congresso não tem poder para convocar o ex-presidente, os oposicionistas esperam, porém, o compartilhamento de informações pedido para a  Polícia Federal antes de formalizar o convite. “Tentar associar o nome de Lula a uma funcionária de terceiro escalão é fazer uso político de um esquema que já está sendo investigado e, inclusive, já conta com providências do governo”, protestou o deputado Cândido Vacarezza (PT-SP).

Mas, segundo matéria assinada por Cláudio Humberto, do Rondonotícias, as lideranças do governo e do PT e até o próprio ex-presidente Lula estão trabalhando intensamente, nos bastidores, conversando inclusive com dirigentes da oposição, para barrar eventual proposta de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar corrupção e tráfico de influência de servidores federais, incluindo a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, a “Rose”.


Ainda de acordo com o autor da reportagem, Lula tem telefonado a políticos oposicionistas, pedindo “voto de confiança” até que as investigações da Porto Seguro sejam concluídas. O empenho de Lula pode estar por trás da decisão do PSDB de “pegar leve” com o ex-presidente enquanto não surgirem “fatos novos”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?