Estudante de direito da PUC morre após cair de prédio em SP.


São Paulo - A polícia está investigando a morte de uma estudante de direito da PUC, de 21 anos, que caiu do sétimo andar do prédio onde morava, no Morumbi (zona oeste). A informação é da coluna "Cotidiano", da Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, uma das suspeitas é que Viviane Alves Guimarães Wahbe tenha se matado uma semana após ter passado caso de violência numa festa de fim de ano com colegas de trabalho. Ela estagiava no escritório de advocacia Machado Meyer, um dos maiores do país.

A estudante disse à família que, na festa, tomou duas taças de champanhe e, depois, não se lembrava de quase nada --só teve flashes nos quais dizia ter sido atacada.

(Divulgação/Internet)
A polícia trata o caso como "morte suspeita". A família de Viviane disse aos policiais que ela não tinha problema familiar, mas passou a ficar transtornada desde a festa, no dia 24 de novembro. No quarto dela, a polícia informou ter achado um texto com trechos como "me drogaram" e "me estupraram". Mas a polícia não deu detalhes da investigação -- espera por laudos para saber o que aconteceu com a jovem.

O escritório de advocacia Machado Meyer lamenta a morte. Em nota, disse que, em respeito à memória da jovem, não iria se manifestar.

Momento Verdadeiro| Fonte: Folha de S. Paulo.


Comentários

Ajude o Momento Verdadeiro.

Faça uma doação

Banco Santander

Agência: 1471

Conta Corrente: 01.032460.5

Washington Luiz Teixeira

Postagens mais visitadas