Eu apoio Notícias do Momento

Jacintha Saldanha, enfermeira, se matou por causa da 'vergonha'.

(Reprodução internet)
O que levou uma enfermeira experiente, mãe de família, ao suicídio?  Essa é uma pergunta que muitas pessoas devem está procurando a resposta. Todos que já ouviram falar sobre o caso de Jacintha Saldanha, 46 anos, sabem que ela não cometeu nenhum erro que justificasse um fim tão triste. 

No dia 4 de dezembro Jacintha estava no seu plantão, no Hospital King Edward VII, em Londres, quando dois radialistas australianos resolveram passar um trote para conseguir informações sobre Kate Middleton, a duquesa de Cambridge, que estava internada com enjoos de gravidez, e Jacintha só repassou informações por ter certeza que estava falando com a rainha da Inglaterra, mas quando descobriu que foi enganada a enfermeira se enforcou.

A colunista Lúcia Guimarães, do Estadão, entrevistou um especialista que falou sobre o caso. O filósofo Kwame Anthony Appiah disse que  a vergonha e orgulho são emoções centrais da honra. "Se podemos, de fato, partir de um reconhecimento de que a enfermeira se suicidou porque sentiu vergonha, é preciso levar em conta o seguinte: o objetivo desses trotes de rádios é desonrar pessoas com sua exposição ao ridículo. Muita gente tem prazer em assistir aos outros perdendo a dignidade, esse é também o motor da reality TV. E isso mostra que carecemos de sensibilidade sobre a importância de respeitar a honra e a dignidade alheia. A enorme relutância em regular o comportamento da mídia é um sinal disso. Eu não defendo, de forma alguma, criminalizar o comportamento dos radialistas. Mas é preciso que haja uma conversa pública sobre o assunto. Se lutamos pela liberdade de expressão, devemos também lutar pela responsabilidade da mídia, que tem enorme poder, para exercer essa liberdade. Afinal, que chance tinha a enfermeira, diante dos poderes que enfrentou?"  argumentou o professor. 

Appiah disse ainda que: "a enfermeira foi envergonhada pelo trote. Ela não fez nada moralmente errado porque estava convencida de que era a rainha do outro lado da linha, e sua obrigação era passar a chamada. Então, sua vergonha teve origem no engano. Ser enganado não é uma ofensa moral. Honra e vergonha são mecanismos usados para reforçar normas sociais. Há duas conexões importantes entre honra e moralidade. Primeiro, desonrar pessoas causa prejuízo moral; e quando a honra corre paralela à moralidade, as pessoas tendem a agir pelo bem comum."

Momento Verdadeiro| Com informações da colunista Lúcia Guimarães do Estadão.

Comentários

  1. Jacinta Saldanha: Guardem este nome: representa o que de pior já demonstrou a estupidez humana.

    ResponderExcluir
  2. Estupidez foram os dois radialistas australianos resolveram passar um trote para a coitada que estava trabalhando.
    Você deveria pedir a Deus para perdoar o espirito dela!
    Quem nunca pecou que atire a primeira pedra!

    ResponderExcluir
  3. Concordo. Foi uma estupidez mesmo. Pior até que a estupidez dos radialistas.

    ResponderExcluir
  4. Cada ser humano é único. Alguns condenam a atitude da enfermeira, porque estão acostumados a um mundo de cinismos e sem valores. Sentir-se desonrado e ridicularizado é para não ter nenhuma reação. É isso?

    ResponderExcluir
  5. Estupidez da Jacinta? Depende das circunstancias, crenças e emoções de cada um e nem Freud explica...Nada justifica suicidar-se,porém a grande maioria dos seres humanos(animais que ainda está em fase de evolução e já caminha de pé a milhões de anos )mata ,rouba e se diverte com pessoas que são expostas e feridas em sua honra e moralidade com pegadinhas ,video cassetadas, reality shows e invasões de privacidade práticados e realizados por alguns setores da midia e seus anti profissionais para promover o humor de espectadores idiotas.
    Estupidez é a frieza humana frente as guerras,fome, desgraça alheia,degradação do meio ambiente,fanatismo religioso, intolerança...
    Dá-lhe pão e circo !!

    TONY ROCKY
    ( pai do Kaio Adriel )

    ResponderExcluir
  6. todos são um bando de estúpidos,principalmente os trouxas dos ingleses que ficam idolatrando esses folgados da Realeza...k.k.k.k, ela devia já estar passando por algum problema....

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei me perguntando, que tipo de mãe era essa mulher, não pensou nos filhos, não teve humildade suficiênte para lidar com a situação; era uma pessoa depressiva e o fato somente foi a gota dágua.. Fico com muita pena do que podeacontecer com sua alma. nada é motivo para uma pessoa tirar sua própria vida, digo, para uma pessoa em sã consciência.

    ResponderExcluir
  8. Não pensou nos filhos... esta mulher deveria estar muito depressiva e o fato foi uma gota dágua.. isso faz lembrar do poder de destruição do bullyng. Rezo no momento por ela, pois o que acontece com a alma da pessoa que se tira a vida, nada é motivo tão forte pra isso, muito triste mesmo todo o fato.

    ResponderExcluir
  9. Triste o fato destes radialistas terem feito uma brincadeira deste tipo , não pensaram na possível humilhação de uma funcionária do hospital , mais um caso da estupidez humana !

    ResponderExcluir
  10. Convenhamos! Se todas as pessoas que sofressem algum tipo de constrangimento resolvessem se matar, não teríamos preocupações com crescimento demográfico. Os radialistas erraram. Não há dúvida! Não é a primeira vez que pegadinhas dão errado. Mas, se matar é inaceitável. É autopunição EXTREMA! Nada justifica! É estupidez, mesmo!

    ResponderExcluir
  11. Nesta situação realmente parece-me que há estupidez de um modo quase geral, como por exemplo naqueles que idolatram toda esta realeza britânica, na mídia que repercute fatos extremamente supérfluos e, talvez principalmente, na cultura de muitas pessoas que se abastecem de todo esse lixo e consequentemente incentivam esses comportamentos imbecis.

    Enfim, como diria o Albert Einstein "Somente existem duas coisas infinitas: o universo e a estupidez humana".

    A propósito, esta enfermeira talvez não tenha cometido um ato estupido movida pela sua estupidez, mas sim por uma série de fatores associados, como os já mencionados acima em conjunto com uma possivel depressão e um sentimento exacerbado de honradez, que quando somados foram demasiadamente fortes para ela, ou mesmo, para qualquer um.

    ResponderExcluir
  12. Julgar o ato da enfermeira me parece cinismo,afinal quem pagou por isso em primeiro lugar foi a própria. Além de minimizar a responsabilidade dessa mídia suja e escrota,afinal eles assumiram uma postura ativa ao realizar esse trote,então deveriam da mesma forma assumir que estão implicados nas consequencias. Devemos levar ainda em consideração que eles atrapalharam uma trabalhadora em seu ofício,que aliás é muito sério,por uma banalidade. Faltou respeito a mulher e ao cidadão que sai pra trabalhar e tem sua vida invadida por uns porcos como esses.O povo britânico deve estar muito satisfeito com o desfecho da história,pois não é de hoje que se comportam como abutres,tendo claro, como orgulho e exemplo maior os sangue sugas Reais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.