Morre menina de 10 anos que esperou 8 horas por atendimento médico no RJ.


A menina Adrielly dos Santos, de 10 anos, que na noite de Natal (24) foi atingida por uma bala perdida na cabeça em Piedade, no Subúrbio do Rio, teve a morte cerebral confirmada neste domingo (30). A Secretaria municipal de Saúde e o pai dela confirmaram a morte cerebral
(Adrielly dos Santos | Foto reprodução TV Globo)
"Estou muito mal, e a mãe dela está em estado de choque", disse, muito abalado, o pai dela, Marco Antônio, que vai ao hospital na manhã desta segunda-feira (31).

Adrielly estava internada no hospital Souza Aguiar, no Centro, desde quinta-feira (27), quando foi transferida do Salgado Filho, no Méier, onde esperou por oito horas para realizar a cirurgia para retirada do projétil da cabeça. 

A polícia investiga se houve omissão de socorro devido à longa espera. O motivo seria a falta ao plantão do neurocirugião Adão Orlando Crespo Gonçalves, que foi afastado temporariamente do cargo, segundo a Secretaria municipal de Saúde, e um inquérito administrativo foi aberto. Segundo a nota, só é caracterizado abandono após 30 dias de ausência do médico, que terá as faltas descontadas do salário.

Momento Verdadeiro| *Com informações do G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.