Operação Lei Seca será reforçada durante as festas de fim de ano.


Durante todo o período de festas, a Operação Lei Seca terá reforço de 50 agentes no Rio, elevando o número de fiscais para 250. Serão 140 operações durante os próximos dias com um total de 14 equipes distribuídas na capital e nos municípios da região metropolitana. No primeiro fim de semana com regras mas rígidas, a Operação Lei Seca multou 12 motoristas por dirigir embriagados. Desses, quatro responderão a processo criminal na Justiça.
(Momento Verdadeiro| Arquivo do Blog)
No sábado (22) e no domingo (23), 3 mil condutores foram abordados, dos quais 2.689 se submeteram ao bafômetro na capital fluminense e na região metropolitana, 475 motoristas foram multados por diversas irregularidades, 56 veículos foram rebocados e 135 condutores tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida.

Para reforçar as campanhas educativas, a partir do próximo dia 26, na Praia de Copacabana, na zona sul da cidade, cariocas e turistas poderão fazer um sobrevoo no balão de ar quente da operação. O objetivo da ação é dar orientações sobre segurança no trânsito aos passageiros durante a viagem. Quem exagerar na bebida não poderá fazer o passeio, já que os agentes vão usar o bafômetro em quem se candidatar ao passeio.

Outro ponto de trânsito intenso que vai receber atenção da Operação Lei Seca é a Lagoa Rodrigo de Freitas. Também a partir dia 26, oito boias iluminadas vão flutuar na lagoa. No local também haverá campanha de conscientização com pessoas em cadeiras de rodas, vítimas de acidentes motivados pela combinação de álcool e direção.

De acordo com novo texto da Lei Seca, publicada esta semana no Diário Oficial, o motorista flagrado embriagado ou sob efeito de drogas ilícitas terá a carteira de habilitação suspensa por um ano, além de pagar multa de R$ 1.915,30. Caso o condutor seja flagrado novamente, no prazo de um ano, a multa passa para R$ 3.830, 60.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.