Ronaldinho Gaúcho é protagonista do filme "R10 - The Movie" lançado na Índia.

(Ronaldinho Gaúcho | Foto divulgação Twitter)
Ronaldinho Gaúcho, eleito duas vezes o melhor jogador de futebol  do mundo (2004 e 2005), ainda vive dias de estrela. Em 2006, o meia virou personagem de revista em quadrinhos desenhada por ninguém menos do que Mauricio de Sousa. Agora, promete exibir seu talento nas telonas. Ronaldinho lançou nesta sexta-feira, em Pune, na Índia, a animação “R10 - The Movie” (“R10 - O Filme”), na qual será astro principal. A informação foi divulgada neste sábado, 29, no jornal Diário de S. Paulo.

(Reprodução)
De acordo com a publicação, o filme segue os moldes do “Space Jam”, obra de 1996 na qual o então jogador de basquete Michael Jordan interagiu com personagens como Pernalonga, Gaguinho, Patolino e Demônio da Tasmânia. Ronaldinho ficou tão entusiasmado que já fala até em superar os números de Jordan nas bilheterias.

Ronaldinho Gaúcho usou sua conta no Twitter para falar sobre o lançamento do filme. “Estou na Índia para lançar o mais bacana filme de animação da história. O filme vai para as telas em 2014 e eu serei o personagem principal”, postou o meia.

“Space Jam” recebeu críticas negativas na época, mas deu um bom retorno financeiro, arrecadando cerca de 220 milhões de dólares pelo mundo. Mas a julgar pelo sucesso que Ronaldinho fez logo em sua chegada à Índia, até dá para apostar em lucro. Segundo o Diário de S. Paulo, o jogador precisou ser escoltado desde o aeroporto —  ele passa férias em Pune a convite dos produtores. O hoje craque do Atlético-MG se tornou muito popular desde que foi campeão mundial com a seleção, em 2002, e encantou o planeta defendendo as cores do Barcelona.

Apesar da expectativa, não há muitos detalhes sobre o filme. Sabe-se apenas que será lançado em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil.

Momento Verdadeiro| Fonte: Diário de S. Paulo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.