Professores terão que fazer residência em escolas públicas.

(Reprodução/TV Globo)
A melhoria do ensino público em todo o país esbarra em vários problemas de estrutura, inclusive falta de professores. Só em São Paulo, o governo pretende contratar ainda neste ano 59 mil profissionais, mas muitos estudantes nem pensam em concorrer a essas vagas.

De acordo com informações do telejornal "Bom Dia Brasil", em São Paulo, a Secretaria de Educação vai tentar contratar mais de 50 mil professores e vai lançar um programa para que os futuros mestres façam uma espécie de residência, como a dos médicos, nas escolas. 

Por esse programa, a residência educacional, o aluno de licenciatura interessado em ser professor recebe R$ 600 por mês, entre bolsa e auxílio transporte. Enquanto ele faz faculdade também tem que ir para uma escola, para participar das atividades pedagógicas e se acostumar com a profissão. O projeto está na fase piloto e tem cerca de 3,5 mil inscritos.

Segundo o IBGE, o salário médio no Brasil para quem tem ensino superior está dividido por áreas: Ciências exatas, mais de R$ 5 mil; Ciências da saúde, mais de R$ 4 mil; Ciências humanas, mais de R$ 3 mil; Professores com ensino superior, R$ 1.707.

O Caçador de Recompensas (1972) | Filme de Faroeste Dublado