Plataforma aderna na Bacia de Campos, 34 pessoas ainda estão a bordo.

Durante a madrugada desta sexta, 28, a plataforma SS53, da empresa Noble do Brasil, que presta serviço para Petrobras, adernou, mas já está estabilizada e não corre o risco de afundar, de acordo com a estatal. 


Após registro de problemas, a plataforma SS53, que fica no Campo de Marlin, na Bacia de Campos, já está passando por procedimentos de segurança, de acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras.

A GloboNews, citando o SindiPetro (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense), informou que a plataforma registrou o início de um desnivelamento na madrugada desta sexta-feira. Segundo o jornal Ururau, as 79 pessoas que estavam a bordo foram resgatadas através de uma cesta de transbordo. Elas foram levadas para outra plataforma, outros 34 tripulantes ainda não foram resgatados por conta das fortes ondas da região que atingiam cerca de quatro metros.

A plataforma petrolífera SS53 foi construída em 1998, sendo caracterizada como uma embarcação semissubmersível de posicionamento dinâmico para perfuração, completação e intervenção em poços de petróleo. Nesse tipo de posicionamento, não há ligação física da plataforma com o fundo do mar, exceto pelos equipamentos de perfuração, segundo informações disponibilizadas no site do Ibama.

(*) Com Agências/Foto:Reprodução.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.