Valesca Popozuda usa rede social para protestar contra pesquisa Ipea.


De acordo com o estudo do Ipea, 58,5% dos entrevistados, de um total de 3.810 pessoas de 212 cidades, concordam com a seguinte frase: “Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”. Essa pesquisa foi motivo de alvoroço nas redes sociais, pois muitos foram contra o resultado...

A funkeira Valesca Popozuda também entrou no debate sobre estupro e comportamento feminino, deflagrado pela pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A funkeira protestou em seu Facebook onde postou uma foto sua com a seguinte frase: “De saia longa ou pelada #nãomereçoserestuprada”.

Valesca ainda citou em seu post a lei de 2009, que determina que o estupro seja crime hediondo: “Estupro é crime hediondo e as penas estão previstas na Lei 12.015 de 2009. Ajude a combater esse crime!”

Outras imagens que rodaram pela rede social protestando contra a pesquisa Ipea: (Fotos: Reprodução/Facebook)
 

Fonte: Ego

Comentários

Postagens mais visitadas