TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Imagem
 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, assinou ontem (21) uma resolução suspendendo as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou a multa. Entre suas justificativas, a medida considera “que a persistência e o agravamento da pandemia da Covid-19 no país impõem aos eleitores que não compareceram à votação nas Eleições 2020, sobretudo àqueles em situação de maior vulnerabilidade, obstáculos para realizarem a justificativa eleitoral”. O texto da resolução sobre o assunto considera ainda a “dificuldade de obtenção de documentação comprobatória do impedimento para votar no caso de ausência às urnas por sintomas da covid-19”. A norma não estipula prazo para a suspensão das sanções para quem não votou e não justificou ou pagou multa. A medida ficará vigente ao menos até que o plenário do TSE vote se aprova ou não a resolução assinada por Barroso. Isso não deve acontecer antes de fevereiro, devido ao rece

Manifestação contra a Copa reúne 500 pessoas em SP.

Cerca de 500 manifestantes, segundo a Polícia Militar (PM), interditam a Rua Tuiuti, no Tatuapé, zona leste paulistana, na altura da Avenida Radial Leste. O grupo participa do 6º Ato contra a Copa, questionando os gastos para o Mundial. Não foi divulgado o trajeto que os manifestantes pretendem seguir.


Antes mesmo do começo da passeata, três menores de idade foram detidos dentro da Estação Tatuapé do metrô, segundo a PM, com estilingue, pedras e faca dentro da mochila.

O último ato contra a Copa foi realizado há duas semanas, saindo da Avenida Paulista. O grupo, com cerca de 1,5 mil pessoas seguiu pela Avenida Rebouças até o Butantã.  Ao fim do protesto, duas agências bancárias foram depredadas. Houve confronto e 54 pessoas foram detidas.

Na página do Movimento contra Copa do Mundo 2014, no Facebook, que convocou a manifestação, o evento esportivo é criticado e são cobrados mais investimentos em áreas como saúde e educação. “Vergonha e hipocrisia! Vem me falar que o ponto negativo foi a morte de três trabalhadores? A vida vale muito mais que evento onde quem lucra é a Fifa [Federação Internacional de Futebol]. E os hospitais que têm em Itaquera [bairro da zona leste onde fica o estádio do Corinthians]?”, questionam os organizadores da manifestação.

Fonte: Agência Brasil | Crédito da Foto: Marcelo Mora/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?