Inscrições para o Encceja terminam amanhã

Imagem
Termina amanhã (22) o prazo para a inscrição no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020. A aplicação das provas para o ensino fundamental e médio será no dia 25 de abril deste ano e ocorrerá em todos os estados e no Distrito Federal. A inscrição pode ser  feita pelo site. O exame serve para conceder o diploma de conclusão do ensino fundamental ou médio para os jovens e adultos que não conseguiram obter na idade adequada. "A participação no Encceja Nacional 2020 é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada para cada etapa de ensino, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e, no mínimo, 18 anos completos no caso do ensino médio, na data do exame", informou hoje (21) o Ministério da Educação. O exame é constituído de quatro provas objetivas, de acordo com o nível de ensino, contendo cada uma 30 questões de múltipla escolha nas áreas de Ciências

Roberto Carlos não entrará na justiça contra "O Réu e o Rei".

Roberto Carlos não vai pedir a retirada do novo livro do biógrafo Paulo Cesar de Araújo das lojas. O Réu e o Rei, lançado há duas semanas pela Companhia das Letras, conta a história do próprio Paulo em paralelo à vida de Roberto e fecha com os bastidores da luta judicial de 2007, quando o cantor pediu a retirada da biografia Roberto Carlos em Detalhes, alegando ofensa a sua moral e invasão de privacidade, informa o site do "Correio 24 Horas".


A obra em questão, "O Réu e o Rei", novo livro de Araújo, é citado explicando o motivo da decisão na nota: “O livro não ser uma biografia sua, mas uma autobiografia do autor", e, "ao contrário do livro anterior, não conter invasão de sua privacidade e/ou injurias ou difamações a sua pessoa", “diz . A nota diz ainda sobre o famoso "Roberto Carlos em Detalhes", obra que gerou a polêmica sobre as biografias. 

Em continuação sobre o assunto, a nota ainda cita que a biografia não foi censurada, e sim, saiu do mercado para cumprir ordem judicial: "O livro não foi censurado ou apreendido, mas saiu do mercado em face de um acordo judicial, irrevogável e definitivo, assinado espontaneamente pelo autor do livro, o editor e a editora".

Acompanhe nossas atualizações pelo Facebook Twitter.
Paulo César Araújo em sua biografia intitulada de “O Réu e o Rei” mostra o seu campo de visão e histórias  de desde seus 4 anos de idade, quando ouviu o Roberto Carlos pela primeira vez, que durou até o período em que teve o livro retirado do mercado. O autor diz que fará sua defesa na Justiça baseado agora nos argumentos do comunicado: “Uma bela nota, vou usá-la em minha defesa para liberar o outro livro”. A Companhia das Letras fez uma primeira tiragem de O Réu e o Rei com 30 mil exemplares mas, depois da grande procura, resolveu imprimir mais 15 mil.

Fontes: Correio e Diário | Fotos: Divulgação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Crivella disse que negro só gosta de: "cachaça, prostituição e macumba"?

Bolsonaro tem melhor avaliação desde o começo do mandato | Podcast.

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?