Felipão: "somente o Grêmio seria capaz de o trazer de volta ao futebol".


O ex-técnico da seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, foi apresentado oficialmente como novo comandante do Grêmio. Felipão participou na manhã desta quarta-feira, 30, de uma entrevista coletiva realizada na nova casa do Tricolor e contou com as presenças do presidente Fábio Koff; do gerente de Futebol, Rui Costa; e do assessor, Marcos Chitolina. Além dos membros do conselho de administração. Jornalistas de várias partes do Brasil, conselheiros, funcionários do Clube e conselheiros que lotaram o auditório da Arena.

O site oficial do Grêmio informa que Felipão desembarcou em Porto Alegre por volta das 10h15 e foi recepcionado no aeroporto Salgado Filho por centenas de torcedores. Atencioso, Scolari distribuiu autógrafos e agradeceu, antes de entrar na van que o levou para Arena, juntamente com seus auxiliares, Ivo Wortmann e Murtosa.

Felipão foi recebido pela direção gremista no vestiário antes do início da entrevista coletiva. Na mesa principal, o presidente Fábio Koff foi o primeiro a fazer uso da palavra. Ele agradeceu o apoio dos membros do conselho de administração, se disse uma pessoa abençoada por viver, 18 anos depois, um momento tão marcante, e deu as boas-vindas ao novo técnico: “Nunca escondi que, desde que cheguei ao Grêmio, o meu desejo era trazer o Luiz Felipe de volta. Hoje é um momento muito feliz pra nós. Estou ao lado de uma pessoa que se tornou conhecido mundialmente pelo trabalho, dedicação e vitórias. Que sejamos felizes, que possamos devolver ao Grêmio aquilo que é do Grêmio. Acredito no teu trabalho”, declarou.

Visivelmente emocionado, Luiz Felipe Scolari se disse agradecido ao Tricolor pelo convite e salientou que, somente o Grêmio seria capaz de o trazer de volta ao futebol após o término da Copa do Mundo: “Todo mundo sabe que eu sou gremista, aqui sempre considerei a minha casa e sei que vou receber aquele carinho e aquele abraço que estou precisando. Nada me faz mais feliz do que estar aqui hoje. Nós vamos fazer um trabalho com vontade, carinho e disciplina. Obrigado ao Grêmio e a todos os gremistas”, proferiu.

Pelo Grêmio, Scolari conquistou os Campeonatos Gaúchos de 1987, 1995 e 1996; a Copa do Brasil de 1994; a Copa Libertadores da América de 1995; a Recopa Sul-Americana de 1996 e o Campeonato Brasileiro de 1996. Em 1995, foi vice-campeão do mundo no Japão. Ao todo, foram 318 jogos no comando do Tricolor com 152 vitórias, 90 empates e 76 derrotas. Nesse período, conquistou 11 títulos à frente do Tricolor. Além da passagem vitoriosa pelo Grêmio, o treinador conquistou inúmeros títulos por onde passou, como Criciúma, Palmeiras, Cruzeiro e a seleção Brasileira, onde sagrou-se campeão do mundo na Copa do Japão e Coreia. Curta nossa página no  Facebook Twitter.

Com informações do site do Grêmio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.