Templo de Salomão: IURD se pronuncia sobre suspeita de fraude.


A Igreja Universal do Reino de Deus já se pronunciou sobre a acusação de fraude. O Ministério Público de São Paulo tem acompanhado investigações da prefeitura de São Paulo sobre possíveis irregularidades na construção do Templo de Salomão e não descarta a possibilidade de mover uma ação demolitória na Justiça contra o megatemplo, segundo noticiou o Gospel+.

De acordo com a IURD, até o momento a denominação “não foi ouvida ou sequer informada das irregularidades supostamente praticadas”. Em nota divulgada em seu site, a igreja do bispo Edir Macedo se defende e diz que é precipitado dizer que houve fraude: “É no mínimo prematuro afirmar que tenha havido ‘fraude’ em qualquer etapa da construção do Templo de Salomão, que transcorreu ao longo de quatro anos sob intensa fiscalização e grande transparência”, diz trecho do comunicado.
Em sua conclusão, a igreja alega que há preconceito contra a denominação e que cumpre as leis: “Reiteramos que a Universal preza pelo rigoroso cumprimento das leis e pelo acatamento às autoridades constituídas no Brasil e nos mais de cem países onde atua. Mas exigiremos sempre respeito e não preconceito contra nossa fé”.

A inauguração do Templo de Salomão acontece hoje, apesar da falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) que a instituição emite para o funcionamento de novas edificações. Curta nossa página no  Facebook Twitter.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.