Vice-presidente do Brasil tem preferência pelo Banco Santander, diz revista.


Brasil - De acordo com a coluna 'Radar on-line', do jornalista 'Lauro Jardim', a análise dos efeitos de uma possível reeleição de Dilma Rousseff sobre a economia brasileira colocou o Santander sob a mira do Palácio do Planalto e do PT, mas pelos lados do Palácio do Jaburu o banco espanhol não é (ou pelo menos não era) tão mal visto assim.

Segundo a publicação, Michel Temer declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) possuir 2,6 milhões de reais no Santander, entre investimentos e conta corrente. O dinheiro corresponde a 35% do patrimônio de 7,5 milhões de reais declarado por Temer à Justiça Eleitoral.

A propósito, o valor é maior que a soma do dinheiro guardado pelo vice-presidente nos bancos do governo, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, onde Temer possui, respectivamente, 735 300 reais e 246 400 reais.

Será que os aliados petistas mais radicais pedirão que Temer encerre sua conta no banco Santander?

Curta nossa página no  Facebook Twitter.


Comentários

Postagens mais visitadas