Globo inicia demissões no jornalismo, diz colunista.

Pelo jeito o clima de insegurança e apreensão se instaurou na TV Globo. As demissões, que antes estavam restritas ao Projac, central de estúdios da emissora, acabam de chegar à sede do Jardim Botânico, onde fica o jornalismo. Segundo o colunista Léo Dias, do jornal O Dia, esta semana, começaram os cortes na equipe técnica dos telejornais. 

O ‘RJTV Segunda Edição’, que, normalmente, trabalha com três operadores de câmera no estúdio de vidro, agora passa a ter apenas dois profissionais. A outra câmera passa a ficar fixa, sem a necessidade de um funcionário. Na GloboNews, está oficialmente extinto o cargo de auxiliar de câmeras nos estúdios de transmissão dos noticiários. A função do auxiliar é sinalizar ao apresentador todas as mudanças de câmera que acontecem durante a transmissão. As demissões partiram de Silvia Faria, diretora da Central Globo de Jornalismo, subordinada a Ali Kamel, diretor geral de Jornalismo e Esportes da Globo.

   

Fonte: Blog do Léo Dias

O Caçador de Recompensas (1972) | Filme de Faroeste Dublado