Pular para o conteúdo principal

Babilônia tem final péssimo e é considerada pior novela da Globo.

A novela Babilônia não foi o que muitos esperavam, o público imaginou uma novela digna dos 50 anos da Globo, porque tinha em sua apresentação um time de atores de renome, três autores titulares e mais sete colaboradores, mas com o decorrer da trama foi visto o contrário do esperado. Mesmo com esse time Babilônia foi considerada pela crítica como uma das piores novelas das nove da Globo. E o último capítulo não poderia fugir a regra.



De acordo com o site 'Notícias da TV', ninguém percebeu que o último capítulo de Babilônia, seria também um dos piores capítulos da trama. Com ele, o folhetim perdeu a chance de se redimir de uma história fraca e repleta de irregularidades. O jogo de gato e rato entre Beatriz (Gloria Pires) e Inês (Adriana Esteves) foi cansativo até o final. A empresária armou para que a advogada fosse incriminada por um crime que não cometeu, mas também foi presa pela morte de Carlos Alberto (Marcos Pasquim). Numa dessas coincidências folhetinescas, as duas acabam na mesma cela, onde brigam, mas fogem de lá juntas.
A cena final das vilãs, congelada da mesma maneira como termina o capítulo inicial de Babilônia, tinha tudo para ser icônica. Prestes a morrerem, elas se entreolham enquanto o carro em que estavam despenca de uma ribanceira. Mas faltou emoção ali. As duas, pelo contrário, protagonizaram uma sequência vergonhosa, cheio de gritos, na qual nenhuma fala nada com nada. Espanta, uma vez que os diálogos cortantes sempre foram um ponto alto da novela.

Questão importante deixada para o último capítulo, a revelação do assassino de Murilo (Bruno Gagliasso) também deixou muito a desejar. Com uma confissão rasa de Otávio (Herson Capri), o público descobriu a identidade do assassino, mas não viu a cena do crime ser reconstituída.

A parte mais crítica do final de Babilônia pareceu ser o recado dos autores a toda a caretice que a novela enfrentou. Aderbal (Marcos Palmeira) manda explodir uma igreja para sair como salvador e o seu discurso anti-gay continha uma cutucada ao desenrolar uma bandeira gay da bomba plantada: "Essa bandeira com o arco íris é o símbolo dos destruidores da família brasileira". As mudanças em Babilônia foram operadas justamente em nome da "família brasileira". Consuelo (Arlette Salles), a matriarca hipócrita e conservadora da família Pimenta, acaba na política ao se tornar governadora do Rio de Janeiro. Um final digno para uma personagem importante da novela.

Houve espaço, ainda, para um beijo entre Estela (Nathalia Thimberg) e Tereza (Fernanda Montenegro), um selinho mais tímido do que aquele beijo que elas trocaram no início. Ivan (Marcelo Melo Jr) e Sergio (Claudio Lins) também deram uma bitoca. Babilônia já foi mais ousada.


De resto, apenas firulas de último capítulo: coadjuvantes fechando suas histórias, personagens felizes, vilões punidos e o casal principal feliz. A audiência correspondeu ao vexame apresentado: pífios 32,2 pontos na prévia, pouquíssimo para uma trama das nove, a mais baixa de todos os tempos. Gilberto Braga já fez melhor. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vídeo Som de trombetas no céu de Israel é real?

O mundo tem sofrido muitas mudanças. Por conta destas mudanças, muitos acreditam que a segunda vinda de Jesus Cristo está bem próxima. Será que já estamos vivendo o Apocalipse bíblico? Bom! De tudo que já ouvi até hoje, apenas uma coisa é certa. A morte chegará em algum momento para cada um de nós, e não poderemos fazer nada. Ela poderia ser o fim, mas para quem crê, a morte é um novo começo ao lado de Deus.

Fim do mistério! Vídeo Som de trombetas vindo do céu em Jerusalém.

Recentemente fiz um post, que você pode ler na íntegra neste (link) comentando uma notícia falsa de que a Nasa tinha confirmado uma catástrofe no Brasil. Agora vou falar sobre um vídeo, intitulado: "Som de trombetas no céu de Israel", que foi publicado no Youtube no inicio do mês de outubro e já tem mais de 150 mil visualizações.

Lei sobre ‘chip da besta’ desrespeita à Constituição, diz PGL.

Cientista choca ateus ao confirmar que a oração tem o poder de curar doenças?

Papa Francisco vai visitar Congregação…

Você está no Cadastro Único do Governo Federal.

Os últimos dias têm sido difíceis para milhões de brasileiros devido a pandemia de coronavírus, que assola o mundo. Vivemos momentos de incerteza e diferente daqueles que tem condições de receber um tratamento adequado em caso de contaminação e até uma possível complicação do quadro desencadeado pela Covid-19, que pode ser fatal, sabemos que o sistema de saúde pública não terá condições de suportar uma demanda alta. E é por isso que somos obrigados a ficar em casa de quarentena.  Mas, além da Covid-19, temos outro problema. Como se manter durante a quarentena? Então! Eis que uma pequena luz se acende. Só que, ao que parece, esse auxílio ainda não chegou a milhões de famílias. Pais de família e donas de casa, trabalhadores informais e desempregados que todos os dias acessam o sistema e se deparam com uma mensagem que avisando: Você está no Cadastro Único do Governo Federal.As condições para recebimento do Auxílio Emergencial serão avaliados com os seus dados do Cadastro Único. Lembram…

Casal da Cedae chega de Kombi pede amostra de água e assalta residência [é boato].

Assunto: Boatos que circulam pela internet Homem e mulher disfarçados com uniforme da Cedae realizam assaltos à residências. Casal usando uniforme da Cedae assaltam residências. Olá pessoal. Está circulando pelo Facebook e também pelo WhatsApp um texto alertando que um casal usando o uniforme da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE) estaria realizando assaltos à residências. 
Segundo o texto, eles chegam de Kombi e dizem que vão fazer coleta de água para análise."Se chegar uma kombi na porta da sua casa com um homem e uma mulher com uma pasta dizendo que é da cedae que veio tirar amostra da água, não atenda que é assalto são bandidos espalhe pra todo mundo da vizinhança". É fato que, recentemente, foi constatado pelas autoridades que ocorreu um aumento deste crime. Por exemplo, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o roubo à residência aumentou 97,36% do primeiro semestre do ano passado para este. De janeiro a julho de 2017, foram registrados 75 casos. …