Michel Temer e a Lava Jato.

Michel Temer está preparado para assumir a presidência do Brasil caso os senadores decidam afastar a presidente Dilma Rousseff, inicialmente por 180 dias, tempo previsto para uma decisão final sobre o impeachment. Ouça o áudio.


Como presidente do Brasil, além dos graves problemas econômicos, Temer tem que se preocupar com a Operação Lava Jato. É que o político já foi citado pelo menos quatro vezes nas investigações sobre corrupção. Pelo senador Delcídio do Amaral e o lobista Julio Camargo. O nome de Temer também aparece em uma planilha da empreiteira Camargo Corrêa. E, de acordo com informações da revista "Época", o empresário José Antunes Sobrinho, um dos donos da Engevix, contou ter pago R$ 1 milhão a um emissário de Temer como “agradecimento” por participar de uma licitação de R$ 162 milhões da Eletronuclear.

O advogado de Michel Temer disse em entrevista ao jornal O Globo que reconhece as citações, mas nega qualquer irregularidade vinculada ao vice. 

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iceberg enorme assusta moradores de vilarejo na Groenlândia.

Saiba o que muda com a lei que protege seus dados na rede + NOTÍCIAS

Buldogue francês branco e preto é furtado e pintado para não ser reconhecido.