Padre Fábio de Melo é acusado de machismo e pede perdão na web.

Após rumores de que virou pastor evangélico e decidiu se casar (leia aqui), o padre Fábio de Melo voltou a ganhar destaque na mídia. Desta vez, o sacerdote está sendo acusado de machismo. Tudo começou após um trecho de uma pregação do padre, em 2007, voltar a circular na rede social. Na mensagem, Fábio de Melo diz que "o agressor só se torna agressor porque a vítima o autoriza".


Segundo o padre Fábio de Melo, na época ele falava das mulheres que não denunciam os agressores. "Eu motivava a denúncia", postou o padre no Twitter nesta segunda-feira, 27. Ainda de acordo com o sacerdote, ele continua acreditando que o silêncio da vítima contribui com a manutenção da violência.

Mas nem todos concordaram com o padre Fábio de Melo. "Já temos a polêmica da semana com o Padre Fábio de Melo. Este moço não tá batendo bem", comentou um internauta. "Nem toda vítima denuncia a agressão por medo. Você acha que simplesmente é culpa da vítima?", questionou outro internauta. 

Após a polêmica, o padre Fábio de Melo pediu perdão. "Peço perdão. Eu nunca pretendi dizer que a vítima é culpada. Apenas salientei que a não denúncia reforça o agressor. É muito desconfortável ser promotor do que abominamos. Culpar a vítima é abominável. Se fui infeliz na linguagem, resta-me retratar", escreveu o padre.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.