Pular para o conteúdo principal

Grande comoção em enterro de PMs mortos em acidente em São Fidélis.

Os corpos dos policiais militares Rodrigo Bragança Gaudard, de 35 anos, Júlio César Rosa dos Santos, de 29 anos, Rafael Franco Cortes, de 36 anos e Luiz Henrique Maia Lugão Rodrigues, de 34 anos, vítimas de um grave acidente ocorrido por volta das 17h dessa quarta-feira (31), na altura do km 125 da RJ 158, em São Fidélis, serão enterrados nesta quinta-feira (1). 

Em São Fidélis, o clima no local é de grande emoção. O município decretou o luto oficial de três dias. Segundo informações da 'Folha da Manhã', o acidente envolveu uma viatura da 4ª Cia do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) e um micro-ônibus da secretaria de Saúde do município que transportava 19 estudantes universitários para Campos. Com o impacto, os militares foram lançados para fora do veículo, que teve parte da caçamba arremessada a cerca de 25 metros do carro, e tiveram morte instantânea.

De acordo com o 8º Batalhão de Polícia Militar de Campos, as vítimas integravam o Grupamento de Ações Táticas (GAT) do Posto 13 do BPRv, situado entre os municípios de São Fidélis e Itaocara. Os dois sentidos da rodovia ficaram interditados por cerca de cinco horas e o congestionamento chegou a 4 km.

Os passageiros do micro-ônibus, que sofreram ferimentos moderados, foram socorridos e encaminhados para o Hospital Armando Vidal, em São Fidélis. Depois dos primeiros atendimentos, quatro vítimas foram transferidas para o Hospital Ferreira Machado, Campos. De acordo com informações da assessoria de imprensa do HFM, um homem de 40 anos teve fratura exposta na perna direita, passou por cirurgia, encontra-se internado no repouso masculino e seu estado de saúde é considerado estável. Uma jovem de 19 anos, foi atendida, ficou em observação no repouso feminino e posteriormente recebeu alta. Outra jovem de 19 anos fraturou o nariz e será submetida à cirurgia, mas seu estado de saúde é considerado estável. A quarta vítima teve uma fratura de mandíbula, colocou um fixador e recebeu alta. Com informações da Folha da Manhã.

Edição: Washington Luiz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Apresentador Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record?

O jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim teria sido demitido da Record por ter falado mal do juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro. Segundo informações divulgadas no Facebook, o profissional foi punido porque chamou o ministro de analfabeto. A publicação diz ainda que Paulo Henrique Amorim é um "verme esquerdopata, inútil para TV e para a Nação". Entre outras ofensas.
Vamos direto ao ponto. É verdade ou não que Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record? A resposta para esta pergunta, no momento, é NÃO! 
Quem já acessou o canal do jornalista no Youtube sabe que ele não esconde sua opinião, sempre expõe seu ponto de vista e parece não estar preocupado com uma possível rescisão de contrato com a emissora do bispo Edir Macedo, publicamente aliada do governo Bolsonaro. Mas isso não vem ao caso. 
Enfim, essa história de que Paulo Henrique Amorim foi demitido da Record por ter chamado Moro de analfabeto é mais uma fake new…

Tempestade deixa três mortos no Rio de Janeiro.

Notícia - As fortes chuvas que atingiram a cidade do Rio de Janeiro na noite de ontem (6) deixaram pelo menos três mortos. Em Guaratiba, na zona oeste, uma casa desabou, matando duas pessoas e deixando dois feridos. Já na comunidade da Rocinha, na zona sul, um deslizamento de terra matou uma pessoa. Próximo dali, no morro do Vidigal, as chuvas provocaram deslizamentos de terra que atingiram dois ônibus na zona sul. Os veículos foram atingidos em dois pontos diferentes por terras e árvores, na Avenida Niemeyer, que liga o Leblon a São Conrado.
Dentro de um dos ônibus, que foi esmagado por uma árvore e onde os bombeiros ainda não conseguiram entrar, acredita-se haver dois passageiros, de acordo com o prefeito Marcelo Crivella. Em outro ponto, a pista da ciclovia Tim Maia foi derrubada e caiu no mar.
Com os acidentes, a Avenida Niemeyer está completamente interditada. Desde a noite de ontem, o município está em estágio de crise, o mais grave de uma escala de três níveis. As informações …

Lula não irá a São Bernardo após decisão do Supremo Tribunal Federal.

Lula não irá a São Bernardo após decisão do STF. Corpo do irmão do ex-presidente foi sepultado no início da tarde.