Jovem com morte cerebral ressuscita?

Tudo é possível ao que crê, disse Jesus. Esta informação pode ser encontrada no evangelho de Marcos, no capítulo 9, versículo 23. É uma questão de fé. Como bem diz o texto, o milagre só é possível quando as pessoas acreditam. Então! É verdade a história de que uma jovem que teve morte cerebral declarada pelos médicos, ressuscitou após orações de familiares?

Vamos por parte. A história emocionante está circulando pela web e tem sido compartilhada por muitos nas redes sociais. Segundo o texto, uma jovem de 18 anos, identificada como Lexi Hansen, foi atropelada e tinha pouca chance de sobreviver, mas a família da jovem se reuniu para cantar louvores e fazer orações no quarto onde a menina estava internada e o milagre aconteceu.

Ainda segundo o texto, "a adolescente despertou e já começa a arriscar algumas palavras. A imprensa não titubeou em descrever o fato como um verdadeiro milagre (...) Segundo o LifeNews, ela começou a falar e iniciará a fisioterapia."

O caso repercutiu. Ao Deseret News, pai de Lexi, Doug Hansen, disse que eles acreditam que estão testemunhando um milagre. "Quando eles a trouxeram os médicos lhe deram menos de 5 por cento de chance de sobrevivência," contou.

Então é verdade que Lexi Hansen teve diagnóstico de morte cerebral e ressuscitou após oração de familiares?  Bom! A parte que diz que  a jovem sofreu uma acidente é verdade, inclusive ela teve graves ferimentos na cabeça, segundo informações. Porém não há nenhum laudo que confirme que ela sofreu morte cerebral. O que ocorreu neste caso foi uma má interpretação. O texto original diz que Lexi acordou do coma depois que sua família cantou hinos.

Marcia Hansen, mãe da jovem, disse que é um lutadora e todos os dias ela apresenta melhoras em relação ao dia anterior. Este caso foi noticiado em março de 2014 e a história continua circulando pela web como testemunho de fé.


Conclusão: O acidente realmente aconteceu, porém nenhum médico confirmou que Lexi Hansen teve morte cerebral. No texto divulgado pelo site LifeNews, o título coloca a expressão "Brain Dead" entre aspas, que pode ter sido usada apenas para chamar a atenção para o caso. E como, até o momento, não encontramos nenhum laudo médico que ateste a morte cerebral, podemos concluir que está história tem contradições que não permite afirmar que ela é verdadeira. Apesar de acreditar que "tudo é possível ao que crê". 

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.