Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank vão à delegacia prestar queixa.

É verdade → A pequena Titi, de apenas 2 aninhos, sofreu ataques racistas nas redes sociais. Ela é filha adotiva de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. Os atores já acionaram o advogado deles e deverão comparecer em breve na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), para prestar queixa.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil ao portal Ego. De acordo com a DRCI, "será agendada uma data para o comparecimento na unidade para prestar mais detalhes do ocorrido".

Bruno Gagliasso disse, durante sua participação no "Domingão no Faustão", que o caso está nas mãos da polícia. "Cabe à polícia cuidar disso agora. A gente combate o preconceito com amor e justiça. Temos policiais bons que vão descobrir quem fez isso".

O ator ainda disse que Titi possui algo que falta aos que praticam atos racistas. "Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor".

Paula Fernandes acaba com boatos e confirma fim do noivado.
⇾ Adriano Imperador virou mendigo? 

Entenda o caso → Um internauta, que já deletou seu perfil na rede social, postou o seguinte comentário: "Você e seu marido até que combina, mas a criança que vocês adotaram não combinou muito porque ela é pretinha e lugar de preto é na África".

Os ataques ocorreram em publicações de fotos em que a menininha aparecia com Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank na rede social.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Eu apoio Notícias do Momento

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.