Acusado de matar menina é baleado ao tentar fugir de delegacia no Rio.

Um homem foi baleado ao tentar fugir da Cidade da Polícia no Rio de Janeiro nesta terça-feira (17/01). Sandro Luiz Alves Portilho, de 42 anos, é acusado de matar a menina Thifany Nascimento de Almeida, de 11 anos. Ele foi atingido quando tentava fugir da delegacia. 

De acordo com a polícia, Sandro confessou o sequestro. A menina desapareceu no último domingo (15) enquanto brincava em uma praça no Conjunto Amarelinho, em Irajá. Para convencer a menina a acompanhá-lo, o sequestrador teria prometido que daria um cachorro de presente a ela. O corpo dela foi encontrado em um lixão da Favela de Acari, na Zona Norte da cidade. 
Segundo informações do jornal Extra, ao saber que a polícia tinha encontrado o corpo de Thifany, Sandro tentou pegar a arma de uma policial e saiu correndo da delegacia. Durante a perseguição, em que Sandro chegou a estilhaçar uma vidraça da Cidade da Polícia ao atravessá-la, uma policial disparou dez tiros. O suspeito foi atingido três vezes: na perna, nas costas e na virilha. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma ambulância deixou a o local para socorrer o baleado. Até o momento não há informações sobre o estado de saúde de Sandro.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do jornal Extra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boatos de que tigres teriam fugido do zoológico se espalham pela web + NOTÍCIAS.

Presidente do STJ nega 143 pedidos de liberdade a Lula + NOTÍCIAS

Presidente do STJ nega liberdade a Lula + NOTÍCIAS.