terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Governo de SP descarta possíveis ataques do PCC.

Hoje em dia ninguém dúvida que podemos ser surpreendidos com ataques de facções criminosas. Talvez, por isso, a notícia de que o Primeiro Comando da Capital (PCC) poderia iniciar uma onda de ataques em São Paulo causou preocupação.

A informação ganhou repercussão após o vazamento de um comunicado interno do Centro de Inteligência Policial de Araraquara, SP. O documento, direcionado a todas as unidades policiais, informa que armas de fogo foram distribuídas a membros da facção para possíveis ataques. Os supostos ataques do PCC poderiam ocorrer nesta terça-feira, dia 17 de janeiro, em locais distintos.

Na última segunda-feira (16/01), em entrevista coletiva, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves, confirmou a autenticidade do documento. Porém, ele desqualificou o potencial do alerta. "Verificamos a situação e em todo o Estado não detectamos nenhum movimento que justifique esse temor", disse o secretário.

Neste caso, o agente responsável pelo documento se precipitou. Com isso, acabou gerando uma situação indesejada, uma vez que, o comunicado vazou na internet. De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública de SP, o trabalho do setor de inteligência não é feito de forma "escancarada". Com isso, podemos concluir que não há nenhuma confirmação sobre ataques do PCC em SP.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.