PM inventa lei e ameaça confiscar celular de homem que filmava ação policial.

A abordagem de um policial militar pode acabar virando punição para dois agentes. Segundo informações do 'G1', um cidadão, que estava filmando com telefone celular em frente a uma agência bancária que havia sido assaltada, foi surpreendido pelo policial. O agente disse que poderia confiscar o aparelho e alegou que estava amparado por uma nova lei. Só que essa tal lei não existe. "Tu já sabe da nova lei já, cara?", questiona o policial ao rapaz, que contesta: "Não existe essa nova lei".

De acordo com o policial militar, quando uma pessoa faz uma filmagem ela passa a ser testemunha e pode ter o telefone celular apreendido. O policial ainda chama um colega para confirmar a história. "Com certeza. Pega o telefone dele e leva para perícia ali, que ele só vai pegar o telefone daqui a 6 meses", disse o segundo PM.

Ainda de acordo com o 'G1', o Comando da Polícia Militar informou que identificará os dois policiais do Batalhão de São Cristóvão e que repudia o abuso de autoridade. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) disse que apenas a Polícia Civil decide se alguém pode ajudar na investigação do caso e que o policial não pode ameaçar tirar o celular ou impedir que alguém faça gravação numa área pública.

O caso ocorreu na manhã desta terça-feira (21/02), na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boatos de que tigres teriam fugido do zoológico se espalham pela web + NOTÍCIAS.

Presidente do STJ nega 143 pedidos de liberdade a Lula + NOTÍCIAS

Presidente do STJ nega liberdade a Lula + NOTÍCIAS.