Cabral exigiu pagamento mensal de R$350 mil da Andrade Gutierrez.

Política - Sérgio Cabral exigiu pagamento de propina logo após assumir governo. De acordo com o ex-presidente da empreiteira Andrade Gutierrez, Rogério Nora de Sá, o pagamento de propinas ao ex-governador do Rio era feito em troca da participação da empresa em contratos com o estado.

Rogério Nora disse que Sérgio Cabral o chamou para uma reunião em sua casa e pediu uma "contribuição" mensal de R$ 350 mil. Segundo o executivo, os pagamentos foram feitos durante cerca de um ano e três meses.

O ex-presidente da empreiteira Andrade Gutierrez fez as afirmações na manhã desta quarta-feira (15), durante audiência, na 7ª Vara Criminal Federal do Rio, de processo derivado da Operação Calicute, que levou Sérgio Cabral para a cadeia em novembro do ano passado.

De acordo com informações do portal G1, os advogados de Sérgio Cabral foram procurados, mas não quiseram se pronunciar. A Andrade Gutierrez informou, em nota, que reafirma o "compromisso de colaborar com as autoridades para esclarecer e sanar os erros cometidos".

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boatos de que tigres teriam fugido do zoológico se espalham pela web + NOTÍCIAS.

Presidente do STJ nega 143 pedidos de liberdade a Lula + NOTÍCIAS

Presidente do STJ nega liberdade a Lula + NOTÍCIAS.